miércoles, 23 de diciembre de 2009

Luger P08

Foi considerada como o maior souvenir da Segunda Guerra Mundial. Esta pistola foi adotada pelo exército alemão em 1908 (daí o nome P08) e dois milhões de unidades foram fabricadas entre 1914 e 1918.

Como pistola militar, a Luger não justificava a reputação que granjeou. É elegante, boa de manusear e atira com precisão, mas sofre de várias limitações para ser considerada uma boa arma militar. Sua manufatura é bastante dispendiosa. O mecanismo tem muitas peças miúdas que requerem usinagem e montagem cuidadosas, e as molas têm de ser fabricadas com certo cuidado. O sistema de culatra articulável é sensível às variações da potência do cartucho, o que pode emperrar o funcionamento da arma. Lama, poeira, gelo e neve também provocam enguiços, e uma vez que o mecanismo não é coberto, nada impede que esses agentes penetrem nele.

Quando posta de lado com a sua sucessora, a Walther P38, não há dúvida sobre qual seja uma melhor pistola para uso militar. Mesmo assim foram fabricadas algo em torno de quatro milhões de unidades desta arma, e até hoje os colecionadores pagam altos preços por um exemplar em bom estado.

Modelo: P 08
Calibre: 9 mm (parabellum)
Comprimento: 222 mm (total) / 103 mm (cano)
Peso: 0,85 Kg
Carregador: Pente com 8 cartuchos
Velocidade Inicial do Projétil: 351 m/s.

No hay comentarios:

Publicar un comentario